Rod. Curitiba - Ponta Grossa Br-277, Km 2, 1875, Mossunguê, Curitiba/PR - 82305-100

Como as viagens de ônibus podem ser mais seguras?

Ônibus Rimatur

outubro 5, 2020

Um estudo desenvolvido pela Associação Americana de Transporte Público (Apta), representante de todas as agências de transporte dos Estados Unidos, afirma que o transporte coletivo é até dez vezes mais seguro do que o carro. Para isso ser eficaz, tanto empresa quanto passageiros precisam fazer sua parte.

Ainda que no Brasil o cenário seja diferente de outros países, é possível ter uma viagem segura de ônibus. De um lado, cabe ao passageiro chegar com antecedência, não viajar em estado de embriaguez, não fumar, zelar pela conservação do ônibus e, principalmente, utilizar o cinto de segurança.

Algumas medidas parecem simples, mas são essenciais para o usuário ter uma viagem ao trabalho de forma tranquila e segura. Em tempos de Covid-19, é importante reforçar que as normas sanitárias devem ser respeitadas, como uso de máscara e distanciamento social. Agora, quanto à empresa, as responsabilidades são maiores e fazem a diferença no transporte dos passageiros.

 

A direção defensiva no transporte coletivo

A direção defensiva é uma medida utilizada pelo condutor, de cautela e civilidade. São boas práticas que auxiliam o motorista a conduzir o veículo de modo a proteger a integridade dos usuários. Isso envolve desde a direção até o cuidado com o próprio ônibus. Como não se envolver em situações de risco, não infringir as normas de trânsito, não cometer abuso, dentre outras.

  • Não se envolver em riscos: Cabe ao motorista ter prudência na direção, utilizando as faixas adequadas na pista, não ultrapassar indevidamente ou conduzir acima do limite de velocidade. Essas práticas adequadas podem evitar acidentes.
  • Normas trânsito: Ainda que uma multa não seja ônus ao passageiro, não infringir as normas de tráfego é uma conduta defensiva e também uma regra aos motoristas de ônibus. Isso evita problemas entre empresa e empregador, além de transmitir um exemplo de civilidade no trânsito.
  • Abusos: Atenção aos passageiros, também, é uma medida de direção defensiva. Os usuários devem ser tratados com respeito e cordialidade, mantendo o trajeto harmônico e seguro, ao mesmo tempo.
  • Manutenção do veículo: O motorista também tem responsabilidade em verificar e comunicar as condições do veículo. Zelar pela boa manutenção, recolhendo os ônibus que apresentem defeitos, faz com que os passageiros viagem apenas em veículos adequados e seguros.

 

Cinto de segurança

Outro ponto importante para se destacar, é o uso de cinto de segurança. O equipamento de segurança mais eficaz para reduzir risco de ferimentos graves, e até mortes, em acidentes de trânsito.

Além disso, essa medida evita que os passageiros batam com o corpo e a cabeça no banco da frente ou nas paredes do veículo. Impede, também, que o usuário seja arremessado para fora do veículo, ou, até mesmo, dentro dele.

São apenas alguns exemplos, mas que a Rimatur reforça como o quão importante é ter cuidado ao dirigir e ao utilizar o transporte fretado. A responsabilidade, obviamente, não é somente do condutor, mas de todo o conjunto: empresa, veículo, motorista e, por fim, os passageiros.