Rod. Curitiba - Ponta Grossa Br-277, Km 2, 1875, Mossunguê, Curitiba/PR - 82305-100

Como viajar com cães e gatos

Julho 16, 2019

Quem tem animal de estimação sabe, a viagem de família só é completa quando o pet da casa vai junto. Mas não é tão simples levar o seu animal para viajar, alguns cuidados, dependendo do meio de transporte utilizado, têm de ser observados.

Antes de entrar em uma viagem com o seu cachorro ou gato, converse com seu médico veterinário para que ele examine seu pet e de seu aval para o deslocamento. Pergunte sobre medidas preventivas para evitar enjoos durante o trajeto.

Para que a viagem seja legal tanto para ele quanto para você, se pergunte antes de sair, se todo o processo não será estressante demais para ele: estar com pessoas desconhecidas, sair da rotina diária, dormir fora de sua casa, pode ser um passo muito grande para se dar com os bichos, ainda mais nos casos de gatos que costumam sofrer mais com a mudança de ambiente. Agora, caso essas respostas sejam positivas, é só se atentar para algumas questões de segurança e boa viagem!

Viajar de carro

Com cães e gatos, é necessário que eles estejam presos ao cinto de segurança com peitoral indicado, e caso haja freadas bruscas ou colisões, eles estarão protegidos.

Outra opção, e essa é ideal para gatos, são as caixas de transporte ou bolsas de transporte. Elas têm diferentes tamanhos e formatos e também devem ser presas ao cinto de segurança. Mas para isso, caso o seu bichinho não estiver acostumado ao seu uso, introduza-a aos poucos na rotina do animal antes da viagem.

Quando começar a viagem, faça algumas paradas para o pet beber água, fazer suas necessidades e gastar a energia guardada. Outra atenção é para a temperatura dentro do carro, se estiver muito calor, use o ar condicionado ou abra os vidros para ventilação.

Viajar de ônibus

Em viagem de ônibus com o seu pet, tenha em mãos um atestado veterinário que comprove a saúde do animal e sempre será necessário transportar o pet em uma caixa de transporte. Além de tudo isso, entre em contato com a empresa de ônibus para saber as condições de viagem com animais, já que algumas empresas exigem a compra de assento para o transporte e outras permitem ir no colo do dono com a caixa de transporte.

Sempre informe a viação quando seu pet for junto na viagem, pois existe um número limite de animais que podem ir nos ônibus por viagem, se esse número for atingido, você provavelmente não poderá embarcar.

Viajar de avião

Quem coordena as regras de viagem em avião é a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) mas é importante ficar atento ao o que a companhia aérea escolhida tem de condições. Em vôos nacionais, temos as seguintes regras básicas:

  • O pet deve estar com todas as doses das vacinas atualizadas;
  • Um atestado veterinário também deve ser apresentado;
  • Avisar a companhia aérea com antecedência sobre a viagem;
  • Usar uma caixa de transporte resistente, que tenha ventilação, pois terá que acomodar seu pet com folga.

Os pets só podem viajar na cabine, caso pesem menos de 10 Kg somando com a caixa de transporte (essa regra pode variar de acordo com a companhia). Indo no compartimento de carga, é preciso identificar animal e caixa.

Algumas condições a serem observadas: determinadas raças de cães não são transportadas por algumas companhias aéreas. Consulte a lista de raças proibidas pela empresa que pretende viajar para não haver impedimentos. Em vôos internacionais, se informe sobre as regras do país de destino, pode existir a necessidade do animal passar pelo período de quarentena ou a sua caixa de transporte não corresponder à exigência das especificações.

Garanta o conforto e segurança do seu pet na viagem e faça que o seu período de descanso seja só de alegria junto ao seu animal.