Rod. Curitiba - Ponta Grossa Br-277, Km 2, 1875, Mossunguê, Curitiba/PR - 82305-100
+(55) 41 2141-5700
41-999280692

Por que o transporte rodoviário é o mais utilizado no Brasil?

Fevereiro 5, 2019

Que no Brasil o meio de transporte mais utilizado é o rodoviário, isso você já sabia. mas tem ideia de núme que isso representa? Cerca de 75% de tudo que é transportado de um canto a outro no nosso país é por transporte rodoviário. Em um país com dimensões continentais como aqui, um planejamento logístico que obedeça um estudo que faça a relação custo-benefício e determine qual o melhor meio de transporte, seria o ideal, mas não é isso que ocorre.

Mesmo com grandes portos como o do Rio de Janeiro, Itajaí e Santos, com tráfego que movimentam milhões de reais, esse meio só é utilizado para transportes internacionais e de grandes cargas. Outros meios apresentaram crescimento mas ainda longe de serem efetivos para a melhor distribuição de transporte de cargas:

No setor aéreo de transporte de cargas, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), de 2016 para 2017, houve crescimento de 7,06% em comparação com o ano anterior. O setor ferroviário, com dados de 2017, pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), mostrou que em 10 anos, o volume de cargas cresceu em 30%.

Mas por que os outros meios não são tão difundidos como o rodoviário? A resposta passa por anos de falta de investimento em infra-estrutura e o consequente gigante volume de obras que em um país do tamanho do Brasil necessitaria para cobrir todo o território.

Para o transporte por ferrovias chegar aos rincões do país, em áreas afastadas de grandes centros, os investimentos teriam que ser substanciais e feitos ao longo do tempo, mas esses investimentos foram destinados quase que exclusivamente a construção de estrada e não de ferrovias. Isso explica por que as estradas conseguem chegar em locais que de outra forma seria quase impossível.

Isso, mesmo considerando o péssimos estado de conservação de grande parte das rodovias e estradas, a exceção se faz das que são pedagiadas e estão sob concessões privadas.

Custos

Para cargas menores, os custos envolvendo o transporte rodoviário é a melhor escolha, mesmo ainda contando despesas com combustível, manutenção dos veículos e pedágios. A escolha seria outra quando fosse uma carga maior, os trens, por exemplo, seriam a maneira ideal mas no Brasil, quase toda a escolha é pelos veículos que andam nas estradas.

Outro fator que contribui para o baixo uso de outros transportes é o alto custo para formação de profissionais qualificados para a condução e manutenção em ferrovias e hidrovias.

Burocracia

Toda a burocracia em liberar cargas e formalizar documentos, pode ser muito demorada em outros meios de transporte, principalmente no transporte aéreo. Cargas vindo do exterior, pioram a demora. No comparativo, o transporte rodoviário é menos burocrático, facilitando toda a operação.

Batalhamos por melhores condições nas estradas e sabemos como é difícil estar em tráfego todo o instante, o melhor uso dos meios é importante para toda finalidade de transporte e só assim o Brasil pode crescer mas muito ainda tem para evoluir.